Bem, ouvi dizer que existia um acorde secreto
Que Davi tocou e alegrou o senhor
Mas você não liga para música, não é?
E vai assim, a quarta, a quinta
O menor cai e o grande ascende
O rei frustrado compondo Aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia

Sua fé era grande, mas precisava de provas
Você a viu banhando-se no telhado
Sua beleza ao luar derrubou você
Ela te amarrou em sua cadeira da cozinha
Ela destruiu seu trono, ela cortou seu cabelo
E dos seus lábios ela tirou o Aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia

Querida, eu já estive aqui antes
Eu já vi este quarto e já andei nesse chão (você sabe)
Eu costumava viver sozinho antes de te conhecer
E eu vi sua bandeira na arca de mármore
Amor não é uma marcha de vitória
É um frio e sofrido Aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia

certa vez você me mostrou
O que realmente se estava a passar
Mas agora você não me mostra mais, não é?
Mas, lembre-se de quando me instalei em você
E o Espírito Sagrado também se instalava
E toda respiração que nós puxávamos era aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia

Talvez haja um Deus lá em cima
Tudo o que aprendi com o amor
Foi como atirar naquele que desarmou você
E não é um grito que podes ouvir a noite
Não é alguém que tenha visto a luz
É um frio e sofrido Aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia
Aleluia


Você diz que eu tirei o nome em vão
Eu nem mesmo sei o nome
Mas se eu fiz, bem, realmente, o que é isso para você?
Há um clarão de luz
Em cada palavra
Não importa o que você ouviu
O santo ou quebrado Aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia

Eu fiz o meu melhor, não foi muito
não podia sentir, então eu tentei tocar
Eu disse a verdade, eu não vim para te enganar
E mesmo que
Tudo deu errado
Eu estarei diante do Senhor da Canção
Com nada mais em minha língua além de Aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia
Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia